Apla-Agência da ONU quer usar experiência brasileira com biocombustíveis para disseminar energias renováveis
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Agência da ONU quer usar experiência brasileira com biocombustíveis para disseminar energias renováveis

O diretor geral da Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (Unido), Li Yong, disse hoje (1º) ao ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, que há interesse em utilizar a experiência brasileira na produção de biocombustíveis para disseminar o uso de energias renováveis. Patriota conversou com Li Yong em mandarim, durante reunião em Viena (Áustria). Bem-humorado, o chinês elogiou o mandarim de Patriota.

Diplomatas que acompanharam a reunião disseram à Agência Brasil que o diretor-geral da Unido quer aumentar a cooperação sobre o desenvolvimento industrial na África e em países em desenvolvimento. Para Li Yong, uma das alternativas é ampliar as parcerias envolvendo o Brics  (grupo formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul).
  
Li Young foi nomeado para a Unido para um mandato de quatro anos, em substituição ao africano  Kandeh Yumkella (de Serra Leoa). A Unido é uma agência das Nações Unidas que apoia os países em desenvolvimento e países com economias em transição em reação à marginalização no mundo globalizado.

A Unido se destina a estimular e desenvolver o conhecimento, os instrumentos, a informação e a tecnologia na promoção de uma economia com crescimento de produtividade e competitividade. A agência foi criada em 1966 e transformada em um organismo especializado em 1985. A entidade reúne 171 países, a sede é em Viena e tem escritórios em 35 países em desenvolvimento.

Fonte: Agência Brasil via Portal do Agronegócio