Apla-Apla e Apex-Brasil promovem encontros de negócios e palestras em Cuba
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Apla e Apex-Brasil promovem encontros de negócios e palestras em Cuba

O Projeto Brazil Sugarcane Bioenergy Solution, parceria entre o Arranjo Produtivo Local do Álcool (Apla) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) promove de 10 a 12 de outubro, em Havana, Cuba, encontros de negócios entre empresários brasileiros e compradores cubanos. O evento que ocorrerá no Hotel Nacional, na capital cubana, terá também palestras técnicas sobre o setor açucareiro de Cuba.
Representantes de toda a cadeia produtiva da cana-de-açúcar brasileira participarão das ações promovidas em parceria com o Grupo de Administração Empresarial do Açúcar (Azcuba). Diretores do grupo realizarão a palestra “O setor açucareiro cubano e suas perspectivas de desenvolvimento”.
Na oportunidade, diretores da Companhia de Obras e Infraestrutura (COI), subsidiária da Odebrecht em Cuba, falam aos participantes sobre a Central Açucareira 5 de Setembro – contrato de administração Brasil-Cuba.
O diretor executivo do Apla, Flavio Castelar, adiantou que participarão dos encontros de negócios entre 15 e 20 empresas brasileiras. Sobre esta oportunidade de negócios, Castelar destaca: “Cuba quer revitalizar o setor açucareiro e, nos últimos anos observamos que o país passa por transformações que podem trazer grandes oportunidades” disse.
Com investimentos do Brasil, o Porto Mariel, localizado a 45 quilômetros de Havana, é considerado a principal porta de entrada e saída do comércio exterior cubano. Dos US$ 900 milhões, US$ 640 milhões correspondem a créditos fornecidos pelo Brasil.
A execução das obras do Porto Mariel se desenvolve através da Associação Econômica Internacional, integrada pela empresa construtora cubana Quality e a brasileira COI. O primeiro cais do porto deve entrar em operação no inicio de 2014.
Além dos encontros de negócios e das palestras, os representantes brasileiros visitarão o Instituto Cubano de Pesquisa dos derivados da Cana-de-açúcar (ICIDCA). O instituto foi criado em 1963 por Ernesto Che Guevara com o objetivo de proporcionar apoio científico para o desenvolvimento de tecnologias para a cana-de-açúcar.

 

Assessoria de Imprensa: Luciana Corrêa (MTB 31881)
Telefone: (19) 3402-5573
E-mail: assessoria@ozoniopropaganda.com.br