Apla-Aumenta a produtividade média da cana-de-açúcar na safra atual
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Aumenta a produtividade média da cana-de-açúcar na safra atual

A produtividade média da cana-de-açúcar na safra atual, 2013/2014, deve crescer 6,8%, passando para 74,1 toneladas por hectare, enquanto a produção terá incremento de 10,7%, atingindo 652,015 milhões de toneladas, de acordo com números da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O mais relevante nesse quadro, contudo, é que tais números foram obtidos com um aumento de apenas 3,7% na área plantada.

Os números são importantes por comprovar que os produtores de cana-de-açúcar, mesmo enfrentando custos elevados, aumentaram a produção com incremento de produtividade em detrimento do aumento da área plantada. O bom desempenho da safra é consequência da renovação dos canaviais, dos investimentos em tratos culturais e de condições climáticas favoráveis nas regiões produtoras.

Os estados da região Centro-Sul devem colher 91% do total da produção nacional, mas, apesar dos números positivos, o cenário atual não é favorável aos produtores. "Eles investiram na atividade, mas o aumento no custo de produção e o cenário econômico desfavorável à comercialização dos produtos da cana-de-açúcar refletiram na redução do preço da matéria prima", avalia o presidente da Comissão Nacional de Cana-de-Açúcar da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (Cna), Enio Fernandes.


Custos de produção


Números da Cna demonstram que os custos de produção continuam elevados devido a uma série de fatores econômicos, sociais e institucionais. O aumento de preços dos insumos utilizados na lavoura canavieira, a elevação dos gastos com mão de obra e a incorporação rápida de novas tecnologias, especialmente na colheita mecanizada no Centro-Sul do país, são importantes neste contexto.

Para adequar às novas exigências na área ambiental e trabalhista, é necessária uma nova sistematização da área agrícola, aquisição de máquinas e equipamentos e readequação da logística, demandando mais tempo e capital. Um bom exemplo é o preço de uma colheitadeira de cana-de-açúcar que oscila entre R$ 900 mil e R$ 1 milhão.

O estudo da Conab indica que a renovação de canaviais no Brasil, na safra 2013/2014, deverá alcançar 969 mil hectares. A renovação da área plantada, de acordo com o levantamento, reduz a infestação de ervas daninhas e a idade média do canavial. Em consequência, melhora a produtividade. Os estados de São Paulo, Paraná, Goiás e Minas Gerais devem responder por 797 mil hectares de área de renovação dos canaviais.


Fonte: Portal Udop