Apla-Governo aprova diretrizes para leilão de fontes alternativas de 2015
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Governo aprova diretrizes para leilão de fontes alternativas de 2015

 

O Ministério de Minas e Energia aprovou as diretrizes da sistemática que serão aplicadas no leilão de fontes alternativas de 2015, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

No âmbito do certame, serão aceitas propostas para três produtos na modalidade por disponibilidade de energia elétrica: biomassa 2016, com início de suprimento em 1o de janeiro de 2016; biomassa 2017, com início de suprimento em 1o de julho de 2017; e produto eólica 2017, com início de suprimento em 1o de julho de 2017.

 

 

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou em dezembro que o leilão de fontes alternativas marcado para 27 de abril de 2015 contava com 570 projetos cadastrados para participação, no total de 14.962 megawatts (MW), entre usinas eólicas e termelétricas a biomassa.

 

 

O Ministério de Minas e Energia aprovou as diretrizes da sistemática que serão aplicadas no leilão de fontes alternativas de 2015, conforme portaria publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

No âmbito do certame, serão aceitas propostas para três produtos na modalidade por disponibilidade de energia elétrica: biomassa 2016, com início de suprimento em 1o de janeiro de 2016; biomassa 2017, com início de suprimento em 1o de julho de 2017; e produto eólica 2017, com início de suprimento em 1o de julho de 2017.

 

 

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou em dezembro que o leilão de fontes alternativas marcado para 27 de abril de 2015 contava com 570 projetos cadastrados para participação, no total de 14.962 megawatts (MW), entre usinas eólicas e termelétricas a biomassa.

 

 

 

Fonte: Reuters via Revista Canavieiros