Apla-Mapa lança Canal Azul para agilizar fiscalização das exportações
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Mapa lança Canal Azul para agilizar fiscalização das exportações

Modernizar o controle oficial das exportações e gerar economia de 72 horas para o exportador. Esses são apenas alguns dos benefícios que o Canal Azul (Sistema de Informações Gerenciais do Trânsito Internacional de Produtos e Insumos Agropecuários) proporcionará. A plataforma foi lançada nesta terça-feira (24), pela ministra Kátia Abreu (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) em conjunto com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).
 
“Por meio da integração do Canal Azul com os sistemas privados e com o Portal Único de Comércio Exterior, vamos eliminar etapas repetitivas e desnecessárias nos processos de exportação e de importação”, explicou a coordenadora-geral do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), Edilene Cambraia.
 
Somente na cadeia de exportação da carne, a redução do tempo médio referente ao processo compreendido entre o carregamento dos contêineres na indústria e a realização do embarque nos navios poderá alcançar 72 horas.
 
O Canal Azul fará um direcionamento da fiscalização para operações com base no risco envolvido, disse Edilene, e vai ajudar a melhorar a transparência das atividades de fiscalização. A redução na quantidade de documentos exigidos também será um dos principais resultados da utilização do Sistema.
 
"É o Ministério da Agricultura desburocratizando e promovendo a competitividade das empresas brasileiras", afirmou a ministra, que parabenizou o professor da Universidade de São Paulo, Eduardo Mario Dias, pesquisador responsável pelo Canal Azul presente na cerimônia de lançamento.
 
O Canal Azul é um processo eletrônico de exportação e importação de mercadorias agropecuárias que foi desenvolvido pelo Grupo de Gestão em Automação e Gestão de Tecnologia da Informação (GAESI), da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).
 
O Mapa incorporou, por meio da Instrução Normativa 28 (de 23 de setembro de 2015), o programa ao Sistema de Informações Gerenciais de Trânsito Internacional (SIGVIG) e definiu um cronograma de implementação do Canal Azul para todas as cadeias do agronegócio.
 
Fonte: Mapa via Revista Canavieiros