Apla-Petrobras e Universidade Federal de Goiás inauguram Centro de Excelência da Cana-de-açúcar
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Petrobras e Universidade Federal de Goiás inauguram Centro de Excelência da Cana-de-açúcar

A Petrobras e a Universidade Federal de Goiás inauguraram o Centro de Excelência em Melhoramento Genético da Cana-de-açúcar no Cerrado, em Goiânia (GO). O empreendimento tecnológico, composto por cinco laboratórios, recebeu investimentos da ordem de R$ 1,8 milhão, e tem o propósito de desenvolver novas variedades de cana-de-açúcar, mais adaptadas ao solo e ao clima da região, com foco também no melhoramento genético voltado à produção do etanol celulósico, o etanol de segunda geração, que utiliza o bagaço de cana como matéria-prima.

O gerente de Tecnologia da Petrobras Biocombustível, Norberto Noschang, ressalta a importância do centro no desenvolvimento de pesquisas no Centro-Oeste que tem se apresentado como importante fronteira de expansão para o cultivo de cana nos últimos anos. “As pesquisas buscam construir conhecimento para assegurar mais qualidade no canavial, com redução de custos, aumentando a competitividade do etanol produzido na região”.
As pesquisas também serão direcionadas ao desenvolvimento de novas variedades de cana-de-açúcar especificamente para produção de etanol celulósico.  O estudo está alinhado ao projeto da companhia de produção comercial de etanol de segunda geração, por meio do qual será possível produzir mais etanol na mesma área plantada de cana.
O centro integra o projeto “Biotecnologia e Genômica Aplicadas ao Melhoramento da Cana-de-Açúcar” e irá abrigar infraestrutura para o desenvolvimento de ferramentas de seleção genômica no âmbito da Ridesa (Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroalcooleiro), programa conduzido por dez universidades federais, incluindo a Universidade Federal de Goiás. O prédio irá abrigar os seguintes laboratórios: Sala de Crescimento e Biorreatores, Sala de Análises Físico-Químicas, Laboratório de Extração de Ácidos Nucléicos, Laboratório de Cultura de Tecidos de Plantas e Laboratório de Genética e Genômica de Plantas.

 

Fonte: Agência Petrobras via Portal do Agronegócio