Apla-Preços do açúcar registram valorização no mercado externo e interno
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Preços do açúcar registram valorização no mercado externo e interno

Após três seguidos de quedas, a bolsa de Nova York registrou nesta quinta-feira (23) uma leve recuperação nos contratos de açúcar. Segundo o boletim da H. Commcor, o dia foi volátil. Os preços começaram em alta, mas logo perderam força e os negócios passaram a uma queda de 20 pontos "possivelmente enfraquecida pela menor demanda de açúcar na China", ressalta a análise. 
 
"Na última hora de negociação da sessão, uma provável defesa de posição por parte dos fundos especulativos e o cenário positivo macroeconômico apontando liderança do "Bremain" (permanência do Reino Unido na União Europeia), não sustentou a queda e as telas de Sugar#11 zeraram as perdas", aponta o relatório.
 
Devido a esse cenário, a commodity fechou estável no vencimento julho/16, negociada no mesmo valor da véspera: 19,04 centavos de dólar por libra-peso. As telas de outubro/16 e março/17 oscilaram em alta de dois e quatro pontos, respectivamente. Os contratos de maio, julho e outubro/17, registraram alta de 11, 13 e 12 pontos.
 
Em Londres, os preços do açúcar também tiveram negociações favoráveis, fechando em alta em todas as telas. No vencimento agosto/16, a commodity teve aumento de 3 dolares, registrando US $533.70 a tonelada. Nas demais telas, os preços fecharam em alta de 3,10 e 2,70 dólares nos vencimentos outubro/16 e dezembro/16, respectivamente.
 
Mercado interno
 
No mercado interno, os preços do açúcar medido pelo Cepea/Esalq, da USP, fecharam com alta de 0,33%, no comparativo com a véspera. Os negócios foram firmados em R$ 86,87 a saca de 50 quilos do tipo cristal.
 
Etanol
 
Os preços do etanol hidratado, medido pela Esalq/BVMF, após duas quedas consecutivas, fecharam em alta de 0,04%. A negociação do metro cúbico do biocombustível foi de R$ 1.389,50.
 
Fonte: Agência UDOP de Notícias via Revista Canavieiros