Apla-Produção recorde de açúcar do Brasil gera queda nos preços internacionais
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Produção recorde de açúcar do Brasil gera queda nos preços internacionais

Desde o início do ano 2000, o Brasil cresce na produção de açúcar. Analistas preveem que 2013 não seja diferente e estimam uma produção recorde da commodity. Por isso, indústrias estão se adiantando e investindo mais na produção de etanol.
Em relação a 2012, o preço do açúcar está mais baixo. Segundo a Datagro, o valor da saca no mercado internacional está em cerca de R$ 42,00, enquanto que, no ano passado, estava em R$ 47,00. O motivo é que a produção brasileira aumentou.
– Nós estamos assistindo a uma safra recorde. A moagem interna, com maior produção no Centro-Sul do país, está crescendo mais do que 50 milhões de toneladas neste ano. Isso representa uma disponibilidade de açúcar – afirma o analista da Datagro Plinio Nastari.
Segundo a Datagro, de 2000 a 2012, o Brasil cresceu 64% na produção de açúcar, enquanto que o mundo caiu 5,8%. Em agosto de 2013, as exportações atingiram US$ 10,17 bilhões, o equivalente a 47,4% do total exportado pelo Brasil no mês, conforme dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Para a indústria foi mais interessante investir na produção de açúcar, por falta de incentivos do governo, para a produção de etanol. Agora, com excesso de açúcar no mercado, isso deverá mudar.
 A destinação de boa parte da produção para o etanol reflete a capacidade da indústria brasileira de se adaptar às condições de mercado. Nós acreditamos que isso signifique uma mensagem da indústria brasileira ao mercado como um todo, de que os preços do mercado mundial são considerados insuficientes para que haja uma continuidade da produção de açúcar – acrescenta Nastari.
Para o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Pádua Rodrigues, o crescimento do consumo de etanol é fundamental para o Brasil exercer todo o pontecial produtivo do combustível.
O Brasil ofertará 20% a mais de etanol. Nós vamos produzir 4,3 bilhões de litros de etanol adicionais à safra passada. Vamos exportar menos, o mercado norte-americano não tem paridade de preço e não vamos crescer a produção de açúcar – destaca.

Fonte:  RuralBr Agricultura