Apla-Raízen vai levar etanol à região amazônica
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Raízen vai levar etanol à região amazônica

Empresa pretende ampliar terminal no Tocantins, o qual distribui apenas diesel atualmente, para suprir demanda por etanol da região amazônica

 

A Raízen, joint venture entre Shell e Cosan, vai ampliar o terminal de distribuição de combustíveis da companhia em Porto Nacional, na região de Palmas, no Tocantins.

O objetivo é iniciar a entrega de gasolina e a captação de etanol no local em um prazo de seis meses. Hoje, a estrutura só recebe diesel do Maranhão por meio da Ferrovia Norte-Sul.
"Os mesmos vagões que chegam ao terminal com diesel e que futuramente irão desembarcar gasolina, sairão carregados com etanol", diz Leonardo Gadotti, vice-presidente de logística, distribuição e trading.
O investimento será de R$ 40 milhões. A base foi inaugurada há cerca de um ano.
De início, os carregamentos de álcool suprirão a demanda da região amazônica, segundo o executivo.
"Mas o plano é, no futuro, com uma maior disponibilidade de etanol, exportar por meio do porto de São Luís."
Hoje, o biocombustível produzido em Estados como Goiás é enviado principalmente ao porto de Santos.

 

Fonte: Folha de São Paulo via novaCana