Apla-Setor sucroalcooleiro produziu 25% mais bioenergia
Logotipo Apla Sugarcane
EN ES PT

Setor sucroalcooleiro produziu 25% mais bioenergia

O setor sucroalcooleiro produziu e enviou ao sistema elétrico nacional 25% mais bioenergia na safra 2013/14, encerrada oficialmente em março, na comparação com o ciclo 2012/13. O número foi informado nesta quarta-feira pela presidente da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Elizabeth Farina, durante evento da entidade em São Paulo. A bioenergia é produzida a partir da biomassa da cana, principalmente a palha, que é queimada para esquentar a água e gerar vapor.

Conforme ela, o setor teve papel importante para garantir o abastecimento nacional. Em 2014/15, esse envio de eletricidade deve continuar expressivo. Embora não hajam dados oficiais, estima-se que foram fornecidos 280 mil MWh de energia de biomassa ao sistema, 71% superior ao observado em igual mês do ano passado. Em março, devem ter sido 500 mil MWh, mais que duas vezes acima do registrado em março de 2013.

O fornecimento de mais eletricidade ao sistema também é uma forma de gerar mais caixa, uma vez que os preços do açúcar estão atualmente em patamares baixos e o etanol segue pouco competitivo ante a gasolina. Em dezembro, o então presidente das Usinas Itamarati, em Mato Grosso, disse ao Broadcast que a unidade estava finalizando a instalação de um novo transformador para poder enviar 15 mil MWh à rede, o limite contratado com a CPFL. Na época, a unidade vendia 11 mil MWh.

Fonte: Agência Estado via Portal Biocana